DICAS DE INVESTIMENTOS


Adriana Marinho


Quem inicia no mundo do empreendedorismo deve ter em mente que um dos maiores desafios que vai encontrar será o da administração financeira. Se você acompanha o meu blog, certamente já leu minhas dicas sobre como manter a saúde financeira da sua empresa, mas as dicas que trago agora são para as pessoas que já obtiveram sucesso no seu negócio, têm uma reserva e não sabem o que fazer com o dinheiro guardado. A minha sugestão é: faça um investimento financeiro.


O tipo de investimento que vou tratar aqui não é aquele que se faz dentro da própria empresa, quando, por exemplo, um capital é empregado em mão de obra ou na aquisição de novas tecnologias, por mais que isso também seja um investimento e possa aumentar a sua renda mais tarde. Um investimento financeiro, como o próprio nome já diz, é uma forma de aplicar o seu dinheiro e obter algum lucro com isso. Mas, ao contrário do que muitos gostariam, o retorno pode demorar muito tempo. Isso ocorre porque o seu dinheiro fica aplicado em uma instituição financeira, como se fosse um empréstimo, e você recebe os juros sobre aquela quantia, que é o seu rendimento.


Em geral, os investimentos financeiros podem ser divididos em três tipos: renda fixa, que propõe investimentos mais seguros, que são garantidos pelo Governo (Tesouro Nacional) e pelo Fundo Garantidor de Crédito (FGC); renda variável, que representa um risco maior devido às variações de mercado (como bolsa de valores e criptomoedas, por exemplo); e fundos de investimento, que podem ser mais seguros, como os fundos de renda fixa, ou mais arriscados, como os fundos imobiliários.

Para os empreendedores, o mais recomendado é diversificar o investimento. Como não pode correr o risco de perder dinheiro, é bom investir uma parte em renda fixa, que tem um retorno mais seguro, e uma parte em renda variável, que é um investimento arriscado, mas com grande potencial de lucros maiores.


Ao fazer a escolha por um tipo de investimento, é importante também observar a liquidez, isto é, a forma como o dinheiro poderá ser resgatado. Investimentos com liquidez diária permitem que o dinheiro aplicado seja resgatado a qualquer momento, já os que têm liquidez no vencimento só permitem o resgate na data estabelecida no contrato, sendo que o dinheiro pode ficar preso durante meses ou anos. Como o empreendedor pode ter alguma emergência financeira, o ideal é fazer um investimento com liquidez diária.


Todo empreendedor deve ter visão ampla sobre o seu negócio. Não basta somente definir a sua persona e entender o seu nicho, tem que saber como ganhar dinheiro, como economizar e como investir seus rendimentos. Pesquisar sobre as diferentes formas de investimento é a melhor forma para encontrar aquela que melhor se adequa ao seu perfil. Outra dica importante é avaliar a instituição financeira que irá administrar o seu dinheiro. Depois, acompanhe os números e colha os frutos!


Redação: @_intertexto

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo