Metas:Tu alcanças aquilo que tu determinas


Adriana Marinho

Metas precisam ser estabelecidas para a nossa vida, qualquer que seja a área. Podemos estabelecer como meta a conclusão de um curso, uma época para ter filhos, um cargo profissional, um ordenado, a compra de uma casa, etc. Mas é preciso cuidar para não estabelecer metas tão baixas, pois daquilo que estabelecermos como meta, estamos propensos a alcançar um pouco menos.

O nosso nível de engajamento ou a energia que estamos dispostos a gastar é determinante para que as metas traçadas sejam alcançadas — ou não. Quando determinamos metas medianas, é comum alcançarmos resultados pouco relevantes; quando determinamos metas expressivas, é comum conquistarmos resultados medianos; mas quando determinamos metas praticamente impossíveis, podemos alcançar resultados expressivos e bastante relevantes. Geralmente, alcançamos um degrau abaixo daquilo que planejamos, ainda que o empenho seja alto para a realização do objetivo. É claro que há pessoas que conseguem alcançar a meta traçada e até ir além, mas isso não é regra, é exceção — infelizmente.

Há algum tempo conversei com uma amiga que foi revendedora de produtos Mary Kay por 5 anos, mas durante esse período não havia recebido nenhuma promoção. Ela poderia montar a própria equipa de revendedoras e aumentar seus ganhos, foi o que aconselhei, e ainda tornar-se coordenadora de vendas. Mas, à altura, minha amiga disse que não tinha muita habilidade para coordenar vendas, que tinha dificuldade para lidar com pessoas e que preferia continuar na posição em que estava. Porém, em 2018 ela mudou de ideia.

As revendedoras Mary Kay tinham uma meta anual de 50 mil pontos para conquistar uma qualificação, mas a minha amiga nunca tinha acumulado mais de 15 mil por acreditar que aquela meta era impossível. Em 2018, no entanto, ela mudou de ideia e empenhou-se em aumentar as suas vendas e começou a angariar novas vendedoras para montar a sua própria equipa. Além de dar oportunidade para que outras pessoas conhecessem o ramo de cosméticos e de oferecer a possibilidade de trabalharem em regime part time ou full time, ela estabeleceu como meta que, no ano de 2019, alcançaria os 50 mil pontos necessários para qualificar-se e tornar-se coordenadora.

Queres saber qual foi o resultado disso? Minha amiga atingiu não só a sua meta de 50 mil pontos, mas acumulou 59 mil e foi qualificada como diretora de vendas Mary Kay. Isso só foi possível porque as ideias preconcebidas e equivocadas foram ignoradas a tempo. Que sorte! A insegurança pode evitar alguns erros, mas não podemos deixar que esse sentimento paralise as nossas atitudes. Estabelecer metas e mobilizar-se para alcançá-las pode ser muito edificante quando conquistamos um resultado satisfatório.

Essa minha amiga chama-se Ivanete Cardoso e hoje é diretora da Mary Kay. Encontrei-me com ela recentemente e tive a felicidade de saber que o meu conselho proporcionou a ela um bom resultado. Empreender é isso! É observar, ouvir conselhos, aprender e arriscar para alcançar metas, ainda que os resultados nos pareçam impossíveis.

Redação: Intertexto

19 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo