O SUCESSO PRECISA TER UM “PORQUÊ”

Adriana Marinho


As pessoas que gostam de empreender sempre estão bem atentas às oportunidades. Sempre que enxergam uma possibilidade de fazer negócio, logo mergulham para não perder a boa chance. Até aí tudo bem, todo empreendedor tem no espírito o ímpeto de arriscar. O problema surge quando se gasta energia ao arriscar um novo negócio sem refletir sobre qual é o real motivo de fazê-lo.

É comum ouvir pessoas dizerem que tentaram ter o próprio negócio e fracassaram uma, duas ou várias vezes. Comigo também já aconteceu. Os motivos que levam o empreendedor ao fracasso podem ser muitos, desde imaturidade para o negócio até calote do sócio. Mas, para minimizar a possibilidade de erro, é preciso ter em mente o motivo que o leva a empreender.

Tudo precisa ter um “porquê”. Antes de arriscar e tentar o sucesso a qualquer custo, o empreendedor precisa refletir sobre o seu desejo, identificar o que pretende alcançar com o seu negócio, vislumbrar o ponto onde deseja chegar. Uma vez identificado o “porquê”, é possível pensar no “como”. Como devo agir para seguir a minha missão? Como devo percorrer o caminho que me leva ao lugar onde quero chegar?

Essas perguntas podem parecer sem propósito, mas são fundamentais para firmar os passos do empreendedor. Quem busca o sucesso sem pensar no “porquê” e no “como”, atropela etapas importantes que contribuem para que o negócio se estabeleça efetivamente. Sem essa reflexão, há o risco de investir tempo, dinheiro e trabalho em algo que não dará o retorno esperado.

Qual é a tua missão? O que pretendes oferecer aos teus clientes? Por quê? Depois de entender o porquê de empreender, define como empreender. Que estratégias serão usadas para firmar o teu negócio? Como trabalhar para alcançar o resultado esperado? Certamente as tuas respostas irão mostrar a direção a seguir. Se tiveres clareza dos motivos e dos meios de agir, o sucesso será uma consequência natural. Assim como o fracasso sempre tem uma causa, o sucesso também precisa ter um “porquê” para chegar a ti.

Redação: Intertexto

8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo